29 outubro 2015

Porto Seguro

Você se segura, eu me seguro.
Seguros ficamos, em cima do mundo 
Daqui afastamos
qualquer infortúnio 
Perdemos a graça, 
do nosso descuido. 

Refugiamos-nos no barco
à deriva no escuro 
sem saber navegar 
Afundamos-nos um no outro. 

CASTRO