13 outubro 2014

O cenário do penhasco

Não há borda,
Nem dá pé,
No fundo d’água
que reflete a fé

Amor das minhas vidas 
Diante de ti, 
O vento,
se esvaindo, esvaindo
Esva-Indo. 
Me tornei um grão de mostarda.
Infértil, impróprio. 

Cala-frio. 

---

As árvores continuam dançando. 
O sol continua brilhando. 
E a poesia, vai morrendo. 
infértil, imprópria, sem fé. 

MASNAVI