17 outubro 2014

A vida que vale a pena ser vivida

celebra-se o tempo, no dia de hoje (1+7)
no vazio à vácuo, da distância-tempo
porque hoje também celebra-se a distância.
hoje o canto é para além. 
hoje a voz é silenciosa.
hoje o desejo é primitivo
bicho enjaulado, 

instintivo. 

E a única vida que vale a pena ser vivida
reside no pulso contrastante de existir
amor, além-dos-poemas de amor. 
compreensão, além-de-dentro de-si.
encorajar. ter coragem. acreditar. 


MASNAVI