05 novembro 2013

Lobo da Estepe

"Teatro Mágico
Entrada só para os raros
Só para os raros" 
O Lobo da Estepe - H.Hesse. 

Passagem do dia 

Ontem escutei o uivo dolorido de um lobo. 
Ele clamava por cuidados. 
Tinha uma raiz nascendo no peito. 
Tentava arrancar. 
Como haveria de brotar vida em seu coração?

Hoje, vi uma águia. Ela voou baixo no estacionamento do Grajaú. 
Como veio parar uma águia no Grajaú? 
O biólogo que estava comigo espantou-se. 
Mas a águia ficou nos encarando. 
E o biólogo disse que ela estava ensinando um pássaro a voar. 
- Eles não nascem sabendo? Lhe perguntei. 
- Não. Eles aprendem. Respondeu o biólogo. 
Então o pássaro só se reconhece pássaro através do outro? 
Toda sua potencialidade morre seca, na solidão. 



Ouve o uivo-lobo
Da dor d’alma
Que nega o fogo.

Cala no teu silêncio
O corpo frio
Que nega a fala
E chora o rio.

II


Vais ver passar as estações
Vias ver passar as multidões
Vias ver passar a própria vida. 
No muro triste
que não se rompe. 
Que só desiste. 

MASNAVI