09 agosto 2013

Cento em Um Poemas de Amor #10

Soltando as amarras deste barco
Para deixar-se-ir na arrebentação
No casco, o ruído dos morros
Nas velas, o sopro mouro
E o silêncio, no coração.

Calar-se é consagrar o silêncio

É amor em forma de não.

MASNAVI