28 junho 2012

Do Desejo

Febre, ânsia, desejo
Quero-te quente, molhada, fervendo
Quero lamber-te por inteiro,
Calmamente, penetrando;
Degustando seu cheiro doce,
Perdendo-me, sonhando;

Quero-te mulher, selvagem,
Quero invadi-la com meus dedos,
Sentir sua vulva úmida,
Acariciar seus pelos;

Quero dar-lhe toda liberdade
Quero ouvir seus secretos desejos
revelando-se suavemente em sussurros,
Meu suor pingando nos teus lábios,
Derramando meu liquido nas tuas coxas,
Consumindo-te por inteira;

Vou dizer-te do meu sexo no teu ouvido,
Penetrando-lhe lentamente,
Sentindo o calor do teu rio
Lambuzando-me de felicidade.

MASNAVI