15 junho 2012

A dança


A história começa com duas mulheres
Cujas pernas me levam ao delírio
Dançam face a face um ritmo lento
Com olhares de desconhecidos.

In memoriam

Houve um dia que estendeu sua mão
Convidou-me para a esta dança
Como fumaça que dissipa ao seu fim
Movimenta assim,
Minha suave lembrança.

Sempre quis aprender a dançar. 

MASNAVI