26 março 2012

Pipas


Lindas pipas sobrevoam meu jardim
Dançam com o vento,
Em passos largos, sem rumo assim
Tateiam a liquidez rarefeita de amor
Voam alto, libertas, multicor 



E em dias claros, se entregam a direção
A imprecisão do tempo
A velocidade, a indecisão
Fazem piruetas,
Pequenas quedas,
Riem-se de mim

E quando estou triste
Preenchem todo meu jardim
Delicadas infantes,
Tocam-me a face
e colocam-me pra dormir.

MASNAVI