20 junho 2011

Onegai shimasu


"Arpoador particular"

Doce orvalho
Que escorrega da flor
Sente o aroma
Que a chuva deixou

Derrama na pétala
O doce sabor
A surpresa da vida
E toda sua cor 

Entrega-se livre
A alma sem cor
Infinita doçura
Do chão já brotou.

MASNAVI