21 outubro 2010

Uma historinha de amor

Dona baratinha
Saiu da sua casinha
Batendo as asinhas
Para voar

Caro gafanhoto
Achava ela um broto
Sentou-se na graminha
E pois-se a rezar

- Volte baratinha,
a senhora ainda é mocinha
fique aqui pra eu te cuidar!

Dona baratinha, batendo as asinhas
pois-se a chorar.

Não chore baratinha,
Nossa vida é tão curtinha
Voe sem parar

Baratinha então voou.

Masnavi