28 setembro 2009

Salve Danãe nas alturas


Danãe, trago-te flores ao altar
Derramo minha água aos seus pés, em ablução
Vejo-te minha deusa tão humana
Vem em minh’alma
Sem nome, Danãe.

Vamos nos rebatizar
E correr livre pelos sonhos
Somos deuses, Danãe
Não precisamos sofrer.
MASNAVI